Tuesday, May 20, 2008

Cimo



Os olhos riem-se, finalmente, de alegria, e
ternura e calor. Os lábios parecem
desapegar o som que persiste, e as mãos,
vão-se embora, com as emoções, contidas,
dissolvidas. E voam…
Voam... com a liberdade, das palavras, que
enlaçam o coração de quem as encontra.




1 comment:

rouxinol de Bernardim said...

«Enlaçar corações»? , será nova doença cardíaca no horizonte?