Thursday, March 8, 2007

Mulher todos os dias...


Estafada de flores, de slogans e de sorrisos! Tudo isto, porque hoje foi o DIA INTERNACIONAL da MULHER.
DIA INTERNACIONAL da MULHER: situação de desigualdade.
Enquanto se comemorar o DIA INTERNACIONAL da MULHER e não se comemorar o DIA INTERNACIONAL do HOMEM, isto reflecte, na minha opinião uma condição de disparidade para as mulheres.
Se a mulher fosse, de facto, encarada como um braço de trabalho tão válido como o homem, e que por tal fosse remunerada, na mesma proporção não haveria"oitos de Março"!
Se a questão da maternidade, se estendesse também ao pai (obrigatoriedade de acompanhamentos consultas, licença de maternidade facultativa entre o casal, as faltas por doença dos filhos não forem um peso exclusivo para as mulheres, por exemplo), não havia "oitos de Março"!
Se o homem para além de trabalhar fora de casa, tal como a sua mulher, ajudasse nas lides domésticas (salvo raras excepções), continuaria a não haver "oitos de Março"!
Quando acabarem de negociar as quotas, para assento das mulheres na Assembleia da República, não existirão mais "oitos de Março"!
A vitória da dignidade das mulheres contra a hipocrisia e a discriminação, não é conseguida com UM DIA INTERNACIONAL da MULHER. Passa por um trabalho árdua, diário, constante, civilizacional, com coragem e determinação, na justeza da luta em relação à justiça social e à igualdade entre os sexos.
Foi há 150 anos. Mais de uma centena de operárias têxteis de Nova Iorque perderam a vida...Recusavam a discriminação e a exploração Patronal! Bem hajam!
Esta é a labuta certa, constante que milhares de mulheres levaram ao longo do tempo. A nós, suas seguidoras cabe-nos continuar este trabalho, todos os dias! O nosso estimulo não são flores, mas o sorriso das nossas filhas, todos os dias!
Aos defensores do "oito de Março", tenho uma proposta de trabalho: 365 dias do ano dedicados inteiramente à MULHER. A contar já para 2008.

2 comments:

Anonymous said...

O seu nome é Cristina Aljusbarrota Torres ???

Xinhos

Carissa said...

Well said.